quarta-feira, setembro 19, 2007

Dalai Lama








Faz hoje uma semana que o Dalai Lama chegou a Portugal. Foi recebido na Assembleia da República mas José Sócrates e Cavaco Silva não tiveram a mesma gentileza. Aqui ficam alguns momentos dessa breve passagem pelo nosso País.
( Setembro 2007 )
Fotos: Rodrigo Cabrita

11 Comments:

Blogger Enric said...

Os meus mais sinceros parabéns!!!!Muito bom trabalho, sim senhor!!!!!

quarta-feira, setembro 19, 2007 10:16:00 da manhã  
Blogger PEDRO said...

Bom trabalho!! Parabéns!

quarta-feira, setembro 19, 2007 11:52:00 da manhã  
Blogger DUCA said...

Excelentes fotos!

O PR e o PM não tinham que receber o Dalai Lama porque: primeiro, não foi convidado oficialmente; segundo, é um líder espiritual, não um chefe de estado (o papa para além de líder espiritual é um chefe de estado porque o Vaticano é um estado de direito); terceiro, se a maioria do povo português é cristã, porque razão o Governo/Presidência da República haveriam de abrir um precedente e ter "a gentileza" de receber o líder espiritual budista que escolheu visitar Portugal exactamente na altura em que o país preside à UE? O que pretendia ele? Um incidente diplomático com a China de modo a colocar a UE ao barulho porque, obviamente, tinha que defender Portugal? O Senhor Tenzin Gyatso não é nada parvo. Porém, há mais quem leia nas entrelinhas e para lá de sorrisinhos e palavrinhas bondosas.

Às vezes pecamos por falar demais de coisas sobre as quais não temos os dados todos.

Gostei do blog.

quarta-feira, setembro 19, 2007 3:52:00 da tarde  
Blogger Custódia C.C. said...

Gosto das fotos mais uma vez. Concordo em absoluto, com a Duca aí em cima :)

quarta-feira, setembro 19, 2007 5:19:00 da tarde  
Anonymous leonardo negrao said...

Se calhar são os PR e os PM que têm medo da China

quinta-feira, setembro 20, 2007 12:09:00 da manhã  
Blogger Ricardo Carvalho said...

esta série de fotos está assim.. excelente! vale a pena continuar a vir ver este blog :)

quinta-feira, setembro 20, 2007 12:12:00 da tarde  
Blogger Rodrigo Cabrita said...

Obrigado a todos pelos vossos comentários ás imagens. Fico contente por terem gostado. Quanto ao resto quero apenas aconselhar a Duca e a Custódia a lerem o texto na secção sociedade da revista Visão da autoria de Patrícia Fonseca. Lá encontrarão a minha resposta bem como a dos 1,2 mil milhões de tibetanos mortos pelo regime de Pequim. Que se lixe o encontro oficial, não me interessa que só seja um líder espiritual e que não seja um chefe de estado! Deviam tê-lo recebido, pura e simplesmente. Estes e outros políticos por esse mundo fora! Mas como quem tem cu tem medo...Pelos vistos a Angela Merkel vai recebê-lo e já levou sérios avisos da China. Ou conselhos. Mas que é isto? Que pressão é esta? Onde vivemos? Em minha casa recebo quem quero sem ninguém ter nada a ver com isso!Tinha sido " gentil " o PR e o PM recebê-lo!E qual o precedente? Serem os primeiros? Ia gostar de ver o nosso País no primeiro lugar das coisas boas e não das más. Mas eu percebo. Se outros mais poderosos não o fizeram porque o faríamos nós? Desafiar a China? Nem pensar.É melhor meter a viola no saco e ir tocar para outro lado porque aqui está de chuva. E quando uma coisa não é lembrada...esquece-se! E o papel do Dalai é o de não fazer com que este caso caia no esquecimento. Eu faria o mesmo, se o povo fosse "meu". Basta colocarmo-nos no lugar das outras pessoas e ver e pensar como elas. É um exercício raro que as pessoas não fazem.E quando morrem pessoas não me interessa que sejam cristãs, muçulmanas, budistas ou outra coisa qualquer! São seres humanos! Ponto. Se tivesse de escolher um momento para defender uma causa, escolheria um que não tivesse impacto mediático? Se Portugal preside à UE, queria que ele fosse onde? A Marrocos? E pq está o mundo inteiro refém da China? Em nome da economia e do não causar incidentes diplomáticos continuamos a esconder as atrocidades da China sobre o Tibete? A mim não me parece bem...Aquela sensação de vermos o que se passa e assobiar para o lado como se nada fosse, não me agrada...mas enfim, são opiniões...
Obrigada por terem vindo. Este blog também é teu duca. Á custódia já não digo o mesmo porque ela está farta de o saber! :)

quinta-feira, setembro 20, 2007 2:58:00 da tarde  
Blogger Rodrigo Cabrita said...

Enganei-me no 1,2 mil milhões. Onde se lê este número devia ler-se 1,2 milhões. E acrescento que o nosso PR, ou a sua assessoria, já no último dia de estadia do Dalai no País, emite um comunicado a dizer que não recebeu o Dalai porque a audiência não fora solicitada. Escapou-se bem. A pergunta é: E se tivesse sido pedida? Receberia? Assim ficamos sem a resposta que obviamente nunca será dada. Subtil, não?

quinta-feira, setembro 20, 2007 3:04:00 da tarde  
Blogger DUCA said...

Caro Rodrigo,

Quem lhe disse que eu gosto que sejamos reféns da China? É lógico que não gosto! Porém a realidade é uma: Portugal não tem estofo para armar em David contra Golias e arranjar um problema à UE. Angela Merkel vai recebê-lo? Pois vai, mas Angela Merkel vai recebê-lo em que condição? Para além disso, a Alemanha representa, só, o país mais forte da UE. Pois ...

Se os EUA e a UE evitam conflitos e incidentes com a China, é Portugal, sozinho, que os vai arranjar? Que remédio temos nós senão metermos a viola no saco, caro Rodrigo. Agrada-me? Não, claro que não me agrada mesmo nada, mas sejamos realistas, provocar a China com um incidente diplomático cuja origem é a visita de um líder espiritual, portanto, sem uma magnitude digna de provocar incidentes deste género, parece-me uma estupidez. Se calhar, se o motivo tivesse outra dimensão, eu teria mais dificuldade em me opor a tal. Mas, dir-me-á você, o motivo é os 1,2 milhões de chacinados tibetanos e a invasão e anexação do Tibete pela China. Pois é, mas há quanto tempo é que isto dura? A invasão começou em 1950. O Dalai Lama anda em peregrinação tentando obter apoios desde que foi para o exílio em 1959 e só agora é que o mundo resolveu acordar? E logo com os portugueses a darem o primeiro tiro no pé? Pois ...

Agradeço-lhe o conselho, mas garanto-lhe que conheço muito bem os números da chacina e o resultado da invasão e anexação do Tibete pela China, assim como a história. Aliás, deixe-me dizer-lhe que é assunto que me tem interessado e não é de agora. Horroriza-me? Sem qualquer dúvida, mas também me horroriza o que se passa, por exemplo, no Darfur e não vejo o mundo indignar-se nem falar no assunto o que não deixa de ser de lastimar. De facto, a hipocrisia do mundo também me horroriza.

Sabe, Rodrigo, os maus actos de uns não justificam os maus actos de outros, mas olhe que os tibetanos nunca foram bem tratados. Nem pelos Dalai Lama. Uma pesquisa pela história e poder político do Tibete, antes da invasão da China e poderá confirmar isso mesmo. Há povos com um Karma danado, sem dúvida!

De facto a audiência não foi solicitada, mas isso não interessa nada porque, como muito bem sabe, mesmo que o tivesse sido, o Dalai Lama não seria recebido. Ou tem dúvidas? Eu não! Fazemos parte da UE, assinámos protocolos, temos direitos, obrigações e deveres para com esta e não temos de certeza que lhe causar dissabores exactamente no momento em que lhe presidimos. Angela Merkel vai receber o Dalai Lama, mas repare que não o vai fazer durante a presidência da UE pela Alemanha e, não se sabe se na condição de Chanceler da Alemanha. Há em política questões muito sensíveis que devem ser cuidadas ou evitadas.

Obrigada pelas palavras de boas vindas. :)

sexta-feira, setembro 21, 2007 11:29:00 da manhã  
Anonymous chá da lapa said...

O tema é polémico, escrever sobre o mesmo seria repetir a mioria das coisas ditas pelo Rodrigo, acrescentaria muito pouco.
As fotos cada uma com mais qualidade do que a outra :)))))
Força Amigo!!!!

sábado, setembro 22, 2007 2:54:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

belas fotos e comentario oh pintas! um abraço manuel de almeida

domingo, setembro 23, 2007 1:57:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home